Individualização do hidrômetro em condomínios gera economia de até 40% no consumo de água

hidrometro

Ainda não existe uma lei federal que obrigue a individualização de hidrômetros em condomínios no Brasil. Contudo, nos últimos anos algumas cidades do país criaram normas e medidas legais para implantar essa medida. Até mesmo locais cujo poder público não desenvolveu regras a respeito do assunto contam com condomínios que efetuaram reformas nesse sentido, aumentando a demanda pelo serviço.

A razão pela qual a individualização tem se tornado popular é simples: trata-se de uma intervenção socialmente justa, pois o condômino passa a pagar apenas o que consome, e não mais uma média baseada em famílias com perfis diferentes. E com a emissão de conta individualizada, as pessoas consomem água com mais consciência também. Dessa maneira, desperdícios são evitados, e as mudanças de hábitos podem gerar economia de até 40% na conta de água. “Quando é possível mensurar o desperdício por meio de uma despesa, os consumidores tendem a ter postura mais consciente”, comenta Paulo Pantaleão, arquiteto e diretor de obras da individualizadora de hidrômetros Ética.

APARTAMENTOS DE 2 DORMITÓRIOS NA ZONA OESTE DE SÃO PAULO. SAIBA MAIS AQUI

Obras
Para realizar a individualização de hidrômetros em regiões onde não há a obrigatoriedade legal, os condôminos precisam entrar em consenso por meio de assembleia. Caso 2/3 dos proprietários concordem com a medida, as obras podem ser realizadas. Para a intervenção, a rede hidráulica do prédio precisa ser de fácil acesso. Do contrário, a reforma pode ser muito onerosa. Condomínios mais novos costumam ser construídos com encanamento adaptável para esse tipo de alteração. “Mas não é regra. Isso vai depender do cuidado da construtora na hora de erguer o imóvel”, explica Benemar Tarifa, gerente de departamento de desenvolvimento operacional e de medidores da Sabesp.

O custo da obra varia conforme o padrão dos imóveis e dos moradores. Geralmente, a despesa é dividida entre os moradores e o investimento se paga num período que varia entre seis meses e três anos. Porém, logo nos primeiros meses após as obras, a economia poderá ser percebida, principalmente em apartamentos e casas habitadas por famílias pequenas, casais e pessoas solteiras. Nesses casos específicos, a economia pode girar entre 30 e 40%.

Com a individualização, muitos proprietários podem tomar um susto e receber contas com valores acima do esperado. Nesses casos, geralmente trata-se de vazamentos que não haviam sido detectados até então. Sanado esse problema, a economia também será real. “Quando a água é medida coletivamente, poucos se importam em reparar vazamentos de válvulas de descarga e outros problemas que geram desperdício de água. A individualização colabora até mesmo para que o morador se conscientize nesse sentido”, comenta Pantaleão.

Individualização dos relógios

Individualização dos relógios pode trazer economia de até 40%

Medição
Além das concessionárias fornecedoras de água, empresas terceirizadas também podem ser responsáveis pela medição e emissão de contas. Esse tipo de serviço é contratado quando o condomínio opta pela instalação de hidrômetros analógicos, que necessitam de leitura presencial personalizada (que grande parte das concessionárias não oferece em condomínios). Assim, um funcionário da empresa fica responsável pela coleta de dados dos moradores. “Já a concessionária lê apenas o hidrômetro central, que não fica dentro do prédio, e emite a conta com o gasto total”, explica o advogado Lindomar Soares, diretor jurídico da Ética.

As concessionárias só fazem a leitura individual em condomínios quando os hidrômetros emitem dados por radiofrequência. Esse tipo de produto, três vezes mais caro que os convencionais, pode ser lido remotamente, sendo boa opção para condomínios cujos hidrômetros ficam situados na área interna dos imóveis. “A Sabesp, por meio do programa Pró Acqua (desenvolvido para promover a individualização), indica principalmente esse padrão. Mas o proprietário e os engenheiros podem consultar um software na página desse projeto na internet que simula qual produto, padrão e obra são mais indicados para cada tipo de imóvel”, comenta Tarifa.

Fonte: Revista Casa e Construção

Anúncios

One thought on “Individualização do hidrômetro em condomínios gera economia de até 40% no consumo de água

  1. O Hidrômetro Individual para mim e para a humanidade, é a solução de um grande problema, a cobrança passa a ser mais justa. É, com certeza, uma ótima medida para cada morador conhecer os seus gastos e poder melhorar. Estamos em uma crise muito grave em relação água, cada pessoa tem que fazer o seu papel e economizar de alguma forma, eu acho um ótimo incentivo instalar, pois sabendo o quanto cada apartamento usa, podemos evitar o desperdício!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s