Telhados brancos para um planeta menos quente.

Telhados-brancos-Arquitetura-Sustentavel-2

Com o passar dos anos, devido as variações climáticas e o aumento da densidade urbana, as cidades tem se tornado cada vez mais quentes. Grandes metrópoles como São Paulo e Rio de Janeiro por exemplo, sofrem com a temperatura sufocante das áreas de grande massa urbana que dificulta a circulação de vento e absorve grande parte do calor gerado por incidência solar e pelas próprios sistemas humanos, como queima de combustíveis.

 

Para remediar esse processo de auto-aquecimento nesses microclimas, diversas medidas estão sendo adotadas e várias técnicas vem chamando a atenção da sociedade, que já percebeu a urgência que a questão climática necessita. Telhados e coberturas verdes, elementos de sombreamento e resfriamento já foram apresentados ao público e vem representando um aumento no leque de técnicas sustentáveis na construção civil.

arqtelhadobranco

Recentemente uma nova técnica de aplicação simples entrou no grupo de ações sustentáveis em prol do conforto ambiental e eficiência energética de edificações e cidades. Os telhados brancos proporcionam uma redução das ilhas de calor e consequentemente representam uma economia de energia por uso de resfriamento artificial. Isso, por conta de seu índice de refletância. Enquanto as coberturas com superfícies escuras absorvem cerca de 80% do calor gerado pela radiação solar, as coberturas brancas refletem 90%, absorvendo apenas 10% e deixando o ambiente até 30% menos quente.

Telhados-brancos-Arquitetura-Sustentavel-3

Segundo o secretário executivo da Seman, Dionísio Neto, a implantação do telhado branco, além de proporcionar uma melhoria térmica, ainda desempenha a função de compensador de CO2. “Essa ação é um projeto piloto que ajudará a diminuir os gastos com ar-condicionado, ventilador, geladeira e, consequentemente, a emissão de gases do efeito estufa, pretendemos levar a ideia para as escolas e outros prédios públicos, o que, em última análise, também ajudaria a controlar os efeitos nocivos do aquecimento global”, destacou Dionísio na I Oficina de Construções Sustentáveis.

UM EDIFÍCIO COM PREOCUPAÇÃO SUSTENTÁVEL NA ZONA OESTE DE SP
CONHEÇA O RESIDENCIAL COTTI – CLIQUE E SAIBA MAIS

O tema já foi discutido na Rio+20 e atualmente já existem empresas comercializando materiais que servem como refletores solares e impermeabilizantes para telhados. Caso a técnica se torne comum, em 20 anos poderá evitar a emissão de 24 trilhões de toneladas de dióxido de carbono na atmosfera.

Telhados-brancos-Arquitetura-Sustentavel-4

Fonte: Arquitetura Sustentável

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s