Saiba mais sobre a laqueação de móveis

A laqueação foi muito usada pelos idos de 1970 a 1980, quando também eram utilizados muitos móveis com espelhos e tapetes bem peludos. As cores eram bem variadas.

Segundo o arquiteto Augdan de Oliveira Leite, a laqueação voltou a todo vapor há cerca de dois anos. “É um tipo de pintura parecido com a de automóveis”, explica. Depois de lixar é passada uma resina, um prime para deixar bem lisa a madeira e fazer os acertos de imperfeições. Em seguida, a tinta é aplicada. “Este tipo de pintura requer uma perfeição no preparo, pois, por se tratar de pintura com brilho, as imperfeições aparecem”, alerta.

Na opinião de Augdan, o efeito é muito bonito, desde que esses móveis sejam bem distribuídos no ambiente. “Não se deve usar a laqueação em todos os móveis de uma sala, por exemplo, e também não para cadeiras de sala de jantar, pois, por se tratar de uma pintura, este tipo de acabamento é delicado”, explica.

As cores devem acompanhar a proposta desejada. “Hoje temos uma gama de cores bem maior, o que possibilita um trabalho mais personalizado”, diz o arquiteto. Segundo ele, os móveis laqueados são usados inclusive em conjunto com outros acabamentos, como vidro, madeira e alumínio. Também é comum a laqueação de vários tons numa mesma peça, causando um efeito bem interessante.

 CONFORTO E ESTILO NO MESMO LUGAR. CONHEÇA OS APARTAMENTOS DO RESIDENCIAL COTTI.
www.zetaplus.com.br

Os tipos de móveis laqueados com mais frequência são racks, aparadores, mesas de centro e laterais, painéis de parede, armários, bases para mesa de jantar e até portas de entrada, dando mais refinamento ao imóvel.

A arquiteta Laurimar Coelho complementa dizendo que, em geral, é possível laquear não apenas os móveis, mas portas também. “É preciso que a peça esteja em bom estado. A laca confere mais sofisticação ao móvel. Não é todo marceneiro que faz este serviço”, afirma.

Segundo Augdan, o custo da laqueação varia muito, principalmente se for personalizada. Os móveis já prontos custam, em média, 30% a mais do que os que contam com acabamento padrão.

Laqueação leva 15 dias – Jo Forchetto, proprietário da Mobylle Laqueação, em São Paulo, trabalha com laqueação há 26 anos. A empresa é especializada em restauração de móveis antigos e acabamentos em móveis novos.

 

Para ele, qualquer tipo de móvel, antigo ou moderno, preferencialmente de madeira, pode ser laqueado. “O trabalho consiste em restaurar a estrutura do móvel, quando usado, ou prepará-lo para a laqueação quando novo”, detalha. Segundo ele, o processo leva aproximadamente 15 dias para cada peça, dependendo do volume e da quantidade, e também pode ser feito em peças fixas, como portas, rodapés, molduras, vidros e ferros.

Forchetto avisa que o preço varia muito em função do trabalho, podendo oscilar entre R$ 150 e R$ 500 o metro quadrado de área a ser laqueada.

A limpeza pode ser feita da mesma forma que a de um móvel sem laqueação, com pano úmido e seco. Se tiver algumas manchas, elas poderão ser removidas com detergente neutro ou sabão de coco.  A durabilidade é indeterminada, desde que seja feita a manutenção adequada.

 

Fonte: Revista ZAP

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s