Pequenos Ambientes: aprenda como aproveitar melhor os pequenos espaços de sua casa

Quartos

Cantinho moderno

Para aproveitar melhor o espaço deste quarto, a arquiteta criou dois ambientes: um para descanso e outro para estudos. A televisão posicionada em cima da bancada branca permite que a pessoa a assista dois dois lados do quarto

Espaço reduzido

As prateleiras brancas colocadas na horizontal e os criados-mudos de nichos deixaram o quarto mais organizado e com alguns espaços livres. A poltrona deve ser usada para leitura.

Quarto aconchegante

A arquiteta criou diferentes soluções neste espaço reduzido. As luminárias penduradas deixaram a base dos criados-mudos livres. Já o painel em cima da cama deu um ar superaconchegante ao ambiente.

Criado-mudo inteligente

Neste quarto moderno de um menino, a arquiteta usou um móvel planejado para solucionar a falta de espaço. A cabeceira da cama na verdade é um lambri (forro de madeira) e, embutido nela está um criado-mudo suspenso. Assim, a bicama pode correr por baixo dele se houver visita. O espelho em todo armário amplia o quarto

Salas

Sofá sob medida

Para não perder espaço nesse home theater de 12,4 m², a arquiteta mandou fazer um sofá sob medida, que ocupasse toda a parede diante da televisão. O puf central com rodízios tem função dupla: serve de apoio para os pés e, caso o número de espectadores seja grande, pode acomodar mais pessoas.  O balcão sob a TV esconde todos os equipamentos e fios, mantendo a ordem do espaço.

Três salas juntas

Sala de TV, estar e jantar deviam caber nesse espaço de 18 m². A arquiteta fechou então a varanda, onde colocou duas poltronas, criando um espaço de conversação. Como não caberia uma mesa grande e mesa de centro diante do sofá, ela usou um aparador que serve para quem vê televisão e também para os momentos de refeição. O sofá vira chaise permitindo maior conforto

Linhas horizontais

Neste espaço de home theater, os arquitetos optaram por usar as linhas horizontais para gerar uma percepção mais alongada e ampla do ambiente. Por isso, fizeram a moldura para a televisão indo de uma parede a outra, com linhas, além da prateleira e do móvel que tem a mesma largura e também formam linhas horizontais.

Cadeiras fora do caminho

Fora dos momentos de refeição, as cadeiras da mesa de jantar podem diminuir  a área de circulação. Por isso, os arquitetos do escritório projetaram essa mesa com pernas em cruz, que permitem deixar as cadeiras sob a mesa desobstruindo a passagem. O tampo de vidro e as cores claras ajudam a ampliar o ambiente

Cozinhas

Tudo no lugar

Para aproveitar da melhor forma possível o pouco espaço disponível nessa cozinha, as arquitetas tiveram como prioridade a organização. Os armários foram planejados para abrigar todos os utensílios e garantir que o ambiente ficasse clean . As panelas ficam em gavetões,

os refratários no alto, e na torre que separa a lavanderia, há compartimentos que servem de dispensa.

Mini copa

A cozinha é comumente o ponto de encontro da família, onde muitas vezes todos fazem o café da manhã ou lanches juntos. Por isso, a mesa pode ser uma exigência em alguns casos. Para que ela não barrasse a passagem na cozinha da foto, a arquiteta mandou fazer a mesa de largura reduzida, que fica encostada na parede quando está fora de uso. Assim a passagem fica livre

Tudo claro e funcional

Essa cozinha e lavanderia integradas antes tinham os armários escuros e pouco práticos. A arquiteta trocou-os por armários claros com detalhes pretos, que deixaram o ambiente mais amplo. A área mais alta da parede passou a ser aproveitada também com armários basculante, possibilitando maior organização do pequeno espaço

Porta de correr

Essa cozinha é praticamente um corredor, com apenas 1,5 m de largura. Para que o espaço não ficasse sufocante, foi feita uma porta ampla e de correr, que deixa o ambiente ligado à sala e permitiu usar uma geladeira grande sem atrapalhar a passagem. Para que o pouco espaço não ficasse caótico, foram feitos armários adaptados para a cozinha.

Banheiros

Cuba reduzida

Lavabos quase sempre têm pouco espaço. Uma ideia para aproveitá-lo melhor é reduzir a pia ao máximo, liberando mais espaço para a circulação. Usar cubas de sobrepor é uma boa saída, pois assim o armário sob ela também pode ser pequeno e fica com a área interna livre. Esse modelo, tem apenas 44 x 245 cm

Parede toda de espelho

A parede atrás do vaso e pia é toda espelhada, deixando este lavabo mais amplo. A torneira sai do próprio espelho. A arquiteta projetou também uma bancada com armário de madeira em tamanho reduzido, com uma cuba de sobrepor de cristal ovalada, com pouco diâmetro e alta. O piso e parede claros ajudam a dar a sensação de amplitude

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s